Posts

Fundo de Quintal se apresenta na feijoada de Dia das Mães da Mangueira

 

Publicado em Carnaval do Rio, por Redação em 29/04/2017


 

Após vinte anos, o grupo Fundo de Quintal volta a se apresentar na quadra da Mangueira. A apresentação acontecerá na feijoada do dia 13 de Maio, na edição especial do Dia das Mães.

Além da apresentação do Fundo de Quintal, também se apresentam a Velha Guarda Musical da Mangueira, o grupo Art Junior, Chacal do Sax, intérprete e a bateria da Mangueira.

Os ingressos já estão à venda na secretaria da quadra da escola, de segunda a sexta, das 9h às 17h.

Data: 13 de maio de 2017
Horário: a partir das 13h
Local: Quadra da Mangueira
Endereço: Rua Visconde de Niterói, 1072

INGRESSOS: 
- ANTECIPADOS (a partir de seg. dia 24/04)
1º Lote R$25,00 (Promocional e Limitado)
2º Lote R$30,00 (Limitado)
na Secretaria da Quadra de Segunda a Sexta das 9h às 17h.
- NO DIA
Valor: R$ 40,00
A partir de 12:30 – Direto na Bilheteria

CAMAROTES: R$ 1.000,00 (Camarote localizado na lateral da quadra para 10 pessoas com entradas e feijoadas inclusas)

MESA VIP: R$ 500,00 (Mesa localizada em area reservada em frente ao palco para 4 pessoas com entrada e feijoada inclusas)

MESA COMUM: R$ 50,00 (Por ordem de chegada, não fazemos reservas)

FEIJOADA (Prato) – R$ 20,00 (A feijoada é servida até às 16h)

Informações e Reservas: (21) 2567-3419 Whatsapp – (21) 97255-0076

Fonte: www.mangueira.com.br
 


Portela recebe Mariene de Castro em Feijoada do dia 6 de Maio

 

Publicado em Carnaval do Rio, por Redação em 29/04/2017

Feijoada da Família Portelense receberá Mariene de Castro no dia 6 de maio
Foto: Leandro Pagliaro / Divulgação

 

A cantora Mariene de Castro será a convidada especial da edição de maio da Feijoada da Portela, que acontecerá no próximo sábado dia 6 de Maio em sua quadra em Madureira. Além da presença da Velha Guarda da Portela, também participará do evento a bateria Tabajara do Samba e demais segmentos da escola.

A programação será aberta pelos grupos "Na Linha do Mar" e "Tempero Carioca". Em seguida, a Velha Guarda da Portela sobe ao palco para lembrar clássicos do samba.

Reconhecida como uma das mais importantes cantoras da atualidade, a baiana Mariene de Castro, que também brilhou como atriz na novela "Velho Chico", promete fazer um passeio pelos sucessos que marcaram seus 16 anos de carreira.

Outra grande atração será Chacal do Sax, que sempre levanta a multidão com o melhor do samba, MPB e marchinhas.

O encerramento vai ser com o elenco da Portela, reunindo ritmistas da Tabajara do Samba, o intérprete Gilsinho, passistas e o casal de mestre-sala e porta-bandeira Marlon Lamar e Lucinha Nobre.

A entrada antecipada custa R$ 20 (primeiro lote). No dia do evento o preço sobe para R$ 25, mesmo valor do prato de feijoada. Mesas com quatro lugares são vendidas por R$ 140 (já com quatro ingressos), enquanto o camarote para 15 pessoas sai por R$ 650 (inferior) ou R$ 800 (superior). A quadra da Portela fica na Rua Clara Nunes 81, em Madureira. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3256-9411.

Data: Sábado, dia 6 de Maio/2017
Horário: A partir das 13h
Local: Quadra da Portela
Endereço: Rua Clara Nunes 81, Madureira
Preços: R$ 20 (primeiro lote antecipado limitado); R$ 25 no dia do evento; Prato da feijoada: R$ 25
Classificação etária: Livre
Informações: (21) 3256-9411
Bilheteria da Portela: de segunda a sexta, das 8h às 17h
Vendas online http://www.ingressocerto.com/feijoada-da-familia-portelense-edicao-de-maio-p149955

OBS: Sócio-Torcedor do plano Majestade do Samba não paga entrada e ainda ganha o prato de feijoada

 


Tom Maior vai homenagear a cantora Elba Ramalho no carnaval de SP

 

Publicado em Carnaval de São Paulo, por Redação em 10/02/2017

Escola vai abrir a primeira noite de desfiles no Sambódromo do Anhembi.

 


 

Depois de ser promovida ao Grupo de Acesso com um enredo sobre Milton Nascimento, a escola de samba Tom Maior aposta em outro grande nome da MPB para brilhar no sambódromo do Anhembi. O enredo este ano vai contar trajetória da cantora Elba Ramalho. A escola da Zona Oeste vai abrir a primeira noite de desfiles no Sambódromo do Anhembi.

A Tom Maior vai retratar a maior interprete da música popular brasileira, cantando em oração a alegria e a tristeza do povo sertanejo que é a nossa querida, Elba Ramalho, diz o carnavalesco Cláudio Cebola.

O carnavalesco explica que Elba vai se apresentar carregada nos braços do povo. Como em todos os shows de Elba fica uma galera para aplaudi-la. Essa galera vai estar no dia do desfile, aplaudindo de pé a sua passagem triunfal e antológica de Elba Ramalho no carnaval de São Paulo em pleno Anhembi.

Elba Ramalho foi ao ensaio da Tom Maior no último sábado e postou fotos em seu Instagram.

samba-enredo da Tom Maior foi composto por Maradona, Turko, Ricardo Neto, Paulinho Miranda, Rafa do Cavaco, Celsinho Mody e Léo Reis.

 

 

Elba Ramalho canta em oração o folclore do Nordeste. Toque sanfoneiro forró, frevo e xaxado

Simborá mô

Hoje a noite é de luar

Meu cordel em poesia faz a festa no arraiá

No céu de estrelas, fogueiras de São João

Tem asa branca, salve o rei do meu baião

Eta povo festeiro que faz levantar…poeira

Coração cangaceiro, menina danada…guerreira

Ave maria…vou seguindo em romaria

Ao “padim ciço” minha fé e devoção

Oh mãe divina faz chover no meu sertão

Nos palcos da vida…eu forroziei

Morte e vida severina…folia de reis

Tem cavalhada, a ciranda risca o chão

Oí tum tum tum bate forte coração

E quando o vento sacode a cabeleira

Leva o meu canto retratando este lugar

No mexe mexe vem dançar a quebradeira

Tão brasileira é a festa popular

Frevo e xaxado causa o maior sururu

Vem ver meu boi na terra do maracatu

Eu tô…com saudades de tú meu desejo

Amor me faz um chamego, é hora de coroar

Estou…de volta pro meu aconchego

Nesse cortejo nordestino

Se avexe não, vem dançar

Esse forro tá gostoso, arretado demais

Puxa o folé sanfoneiro arrasta o pé rapaz

Elba ramalho é a flor do nordeste

Sou tom maior em oração

Sou cabra da peste

Fonte:G1.Globo


 

 


Musa do Empolga às 9 diz que bloco resgatou ela para carnaval

 

Publicado em Carnaval do Rio, por Redação em 10/02/2017

Juliana Fernandes era uma adolescente que ficava longe da folia, mas o Empolga a trouxe de volta para carnaval. Editora de vídeos entrou para a banda do bloco e fez inúmeros amigos.
 

 

Juliana Fernandes é carioca da gema, como ela se descreve, e aos 32 anos irá representar o Empolga às 9 no concurso de musas dos blocos. Uma oportunidade com muitos motivos para ser especial, um deles é que o Empolga a trouxe de volta para a folia. Entre altos e baixos, a editora de vídeos revelou que foi uma criança que adorava bailes de carnaval e uma adolescente que resolveu se distanciar das festas, mas o bloco do coração resgatou essa relação.

Eu acho que a minha relação com o carnaval começou por eu ser carioca, desde pequena eu ia para baile de carnaval toda fantasiada, meus pais sempre gostaram de carnaval. Eu sempre participei do carnaval de rua, já fui ver desfile de escola de samba na Avenida e quando fui crescendo, eu acabei me distanciando quando eu era adolescente. Eu fiquei um tempo afastada. Quando eu entrei para o Empolga que eu voltei a ter contato com o carnaval dessa forma. Antes do empolga, eu era uma espectadora e depois do bloco empolguei de fato, disse.

Por causa de um primo, que tinha aula de percussão na oficina do Empolga às 9, Juliana decidiu participar do grupo. O tempo passou, ela fez vários amigos, entrou para a banda e se apaixonou. Uma novidade foi a quantidade de pessoas com quem ela passou a se relacionar: se antes ela fazia parte do grupo dos poucos e bons, após o Empolga ela aderiu ao somos uma grande família.

Eu entrei para a oficina de percussão do Empolga em 2012 porque um primo meu fazia aula lá e eu acabei conhecendo por causa dele. Com um tempo eu evolui e hoje em dia eu sou da banda oficial do Empolga. Eu fiz muitos amigos lá depois que entrei na oficina. Eu acho que sempre fui uma pessoa que teve poucos amigos, era mais quieta e a primeira vez que eu tenho um grupo enorme de amigos é lá. A gente sai muito, sempre se encontra e todo dia a gente se fala. É bem legal, disse.


 

Ansiosa para desfilar no carnaval

O Empolga às 9 é um grupo que tem oficina de percussão, eventos variados, apresentações públicas e uma agenda de ensaios. Juliana Fernandes gosta de cada detalhe, mas não há momento mais importante para ela do que o desfile. Estar em cima do trio elétrico tocando para um “mar de gente é o momento mais prazeroso.

O mais emocionante do carnaval para mim é o desfile. Em Copacabana em 2016 foram quase 100 mil pessoas, aquele mar de gente. Quando a gente sobre no trio elétrico e vê aquele mar de gente se divertindo com a nossa música é muito emocionante. Dá um arrepio, é bem legal. Mas o Empolga é bom o ano inteiro. A gente faz amigos, a gente se une muito nas oficinas. É muito prazeroso, muito gostoso mesmo, disse Juliana.

 


 

Representar os inúmeros fãs do bloco é uma missão importante para a musa, no entanto não ser uma mulher padrãozinho foi o que mais Juliana gostou da sua candidatura. Além disso, ela ficou lisonjeada em ser escolhida com tantas meninas lindas no Empolga.

Quando os donos do bloco me perguntaram se eu queria vir representar, eu fiquei lisonjeada, claro. Lá tem meninas lindas e eles acabaram me escolhendo. Eu achei bacana porque eu não sou uma pessoa que segue o padrão de beleza não sou uma “mulher padrãozinha. Eu acho muito legal poder representar as mulheres comuns, você não precisa estar dentro do padrão opressor que a gente vive, de vestir 36 e de ser magrinha.Estou aqui representando as mulheres normais, eu acho isso bem legal. Carnaval é bem isso, bloco de rua é muito inclusivo e vale tudo para todo mundo.


 

Apaixonada cafona

Juliana Fernandes afirmou que acha que “se apaixonar é cafona”. No entanto, ela considera uma "coisa do bem" e ao mesmo tempo morre de amores pelo Empolga.

Eu não tenho uma paixão específica. Eu acho que se apaixonar é cafona, mas é uma coisa legal. É um cafona do bem, que todo mundo gosta. Eu poderia ser cafona e dizer que minha paixão é o Empolga, mas de fato é uma paixão na minha vida, uma prioridade na minha vida, disse.


 

A grande diferença do Empolga para os outros blocos é que nós somos um dos blocos que vieram de uma nova geração e que está aí até hoje. Hoje em dia, a grande diferença é que não somos um bloco temático. Nós tocamos de tudo um pouco, isso é uma diferença porque não somos segmentados. O Empolga tem uma preocupação em escolher músicas que não sejam tão batidas, algumas coisas mais de raiz e que acaba acolhendo todos, disse.
 

 

Fonte: G1.Globo

 





 

 

 

 


Bloco que homenageia Caetano Veloso faz apresentação na Av. Paulista

 

Publicado em Geral, por Redação em 07/02/2017

Cordão carnavalesco Tarado Ni Você celebrou os 50 anos da Tropicália no túnel entre a Av. Paulista e Av. Dr. Arnaldo, na tarde deste domingo (5).


 

A Banda do bloco Tarado Ni Você, criado em 2014 por um trio de amigos para homenagear o cantor Caetano Veloso, fez um show surpresa na Avenida Paulista, na tarde deste domingo (5).

O grupo reuniu foliões no túnel que liga as avenidas Paulista e Dr. Arnaldo. De acordo com os organizadores, a apresentação foi um esquenta de carnaval em homenagem aos 50 anos da Tropicália – movimento cultural que surgiu em 1967.

No calendário não oficial o desfile do bloco ocorrerá, como de costume, no cruzamento das avenidas Ipiranga e São João, no dia 25 fevereiro.

 


Fonte: G1.Globo

 

 


Parque Villa-Lobos e Paulista são lugares preferidos das musas do carnaval de SP

 

Publicado em Carnaval de São Paulo, por Redação em 07/02/2017

Bairros que abrigam as agremiações também ficaram entre escolhidos.

 

No aniversário de 463 anos da cidade de São Paulo, as rainhas de bateria e musas do carnaval paulistano disseram ao G1 quais seus lugares preferidos na cidade. No topo da lista ficou o Parque Villa-Lobos, escolhido por três rainhas. O Parque Ibirapuera, a Avenida Paulista e os bairros das escolas também ficaram entre os escolhidos.
 

 

É um lugar que gosto muito. Passei boa parte da minha infância lá, sempre ia brincar, andar de patins, como eu amo, disse a rainha Pâmella Gomes, da Tom Maior, sobre o Villa-Lobos. Aline Oliveira, rainha da Mocidade Alegre, também escolheu o parque da Zona Oeste, onde costuma fazer piqueniques com a família.

A rainha da Nenê de Vila Matilde, Ariellen Domiciano, é da Baixada Santista, e mora há três anos na capital paulista. Já tenho lugar preferido em São Paulo, que aos finais de semana, vou fazer uma corridinha. Sempre no Villa Lobos!

 

 

Do interior de Minas Gerais, a rainha da Dragões da Real escolheu a Avenida Paulista. Quando eu cheguei aqui... me recordo de andando pela Paulista e me deparando com aquela selva de pedra, e eu lembro que eu chegava a ficar tonta. E essa imagem eu carrego até hoje, essa grande imagem da Paulista que une gente de todos os lugares do país, do mundo até.

A chegada na Paulista também impressionou a nova rainha da Acadêmicos do Tucuruvi, Daniela Albuquerque, que é do Mato Grosso do Sul. Quando eu vim trabalhar como modelo, eu me deparei com aquela metrópole, aquele monte de carro, eu falei, gente, será que um dia eu vou ter a capacidade de dirigir nessa cidade? Então foi meio que um desafio.


 

A mais jovem das rainhas, Stephanye Cristine, do Unidos do Peruche, escolheu outro cartão-postal da cidade. Acho que de todos os lugares, além da minha quadra, que é muito especial, é o Ibirapuera. Eu sempre vou lá com os meus pais, final de tarde, domingo. Acho que é um lugar onde reúne família.

A carioca Andrea Capitulino, da Acadêmicos do Tatuapé, escolheu o Parque Ibirapuera e o Mercadão. São dois lugares que eu acho super especiais. [no mercadão] Muita variedade, você encontra de tudo, desde frutas até as coisas mais exóticas que você possa imaginar você encontra lá.

 

 

Outro parque eleito foi o da Água Branca. Histórico, pequeno, aconchegante, eu gosto muito”, disse Andreza Sobrinho, da Rosas de Ouro. Valeska Reis, da Império de Casa Verde não escolheu um único parque, mas disse que são seus lugares preferidos da cidade. “Eu gosto muito de ambientes em silêncio, que como eu tenho uma rotina muito corrida, então nas horas vagas gosto muito de descansar.

Camila Silva, rainha do Vai-Vai, escolheu a Bela Vista, onde está a escola. Karen França e Dani Bolina, da Unidos de Vila Maria, elegeram o bairro da Zona Norte que dá nome a escola. E Cinthia Santos, da Águia de Ouro, escolheu a Pompéia, que hospeda a agremiação.

Já Tati Minerato, da Gaviões da Fiel, escolheu o bairro onde cresceu, o Imirim, na Zona Norte de São Paulo. Passei minha infância inteira, minha adolescência... então tenho muitas histórias para contar. Estudei em colégio ali próximo, academia, padaria, tudo pertinho.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Fonte: G1. Globo

 

 


 

 

 


 

 


Imagens mostram briga durante bloco de pré-carnaval em Niterói, RJ

 

Publicado em Carnaval do Rio, por Redação em 07/02/2017

Pelo menos cinco homens se envolveram na confusão. Os suspeitos trocam socos e chutes durante bloco de pré-carnaval.

 

 

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que alguns foliões se envonlvem em uma confusão e trocam chutes, socos e pontapés uns com os outros, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. A briga aconteceu durante um bloco de pré-carnaval em Gragoatá, na tarde de domingo (5).

Milhares de foliões acompanharam o trio do grupo 'Vou Zuar' pela orla da cidade. O grupo desfilou pela primeira vez, e levou pelo menos 15 mil pessoas à orla de Boa Viagem. Ao fim do desfile, foliões registraram brigas. Nas imagens, pelo menos cinco homens se envolveram na confusão.

De acordo com o comando do 12ºBPM (Niterói), os PMs não foram acionados para ocorrências durante o desfile do Vou Zuar, que faz parte dos blocos oficiais da Prefeitura de Niterói. Segundo a polícia, o policiamento foi realizado a partir de planejamento prévio.

Ainda de acordo com a nota enviada pela PM, na próxima quinta-feira (9), o comando do batalhão se reunirá com representantes da Secretaria Municipal de Ordem Pública de Niterói e entidades ligadas ao turismo da cidade, para um realinhamento de planos operacionais para a segurança da cidade durante os desfiles dos blocos.

Fonte: G1. Globo 


Em nome da clareza, Portela divulga justificativa de enredo para não perder ponto

 

Publicado em Carnaval do Rio, por Redação em 06/02/2017

Em 2016, a escola perdeu ponto pois jurado achou que carro estava em setor errado. Paulo Barros diz que projeto de 2017 é bastante ousado, moderno, belo, porém, clássico.
 


 

Sim, vai ter muita água na Marquês de Sapucaí, como se espera de um enredo que fala de rios. Em três das seis alegorias, o precioso líquido estará presente. Mas segundo o carnavalesco Paulo Barros, os rios que a Portela vai apresentar têm muito mais para mostrar com o enredo “Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar.

E para que não paire qualquer dúvida de interpretação sobre o enredo em 2017, e deixar tudo claro como água, a justificativa que normalmente é apresentada aos jurados, para o carnaval de 2017 já foi publicada na íntegra, no site da Portela. Afinal, o décimo perdido em enredo, e que fez com que a escola ficasse em terceiro lugar, ainda está entalado na garganta do carnavalesco.

A gente entrega a justificativa do enredo para todos os jurados, explicando cada ala cada carro. Mas no ano passado um jurado tirou 0,1 da escola porque achou que uma alegoria deveria estar em outro setor, embora tudo estivesse explicado no enredo. Este ano, decidimos explicar para jurados e público tudo o que vai passar na avenida, disse Paulo Barros.

Para esfriar a cabeça e ter a tranquilidade necessária para desenhar figurinos e alegorias de carnaval campeão, Paulo Barros viajou para Orlando, nos Estados Unidos. E contou com o auxílio luxuoso do amigo e também carnavalesco Paulo Menezes. E este ano vai fazer um desfile, que considera um carnaval do tamanho que a escola comportas e sabe carregar.

 

 

Um carnaval bastante técnico, segundo o carnavalesco, com muito azul e branco como pede um enredo sobre rios, mas também com pontos de verde e laranja onde essas cores se fazem necessárias. Barros procurou manter suas características de carros com movimentos, mas desta vez não vai contar um dos traços mais marcantes de seus desfiles: as referências a filmes de cinema ou estrelas da música pop.

Por questões financeiras, que envolveriam uma grande dificuldade técnica, abri mão de representar o filme ‘A ponte do Rio Kwai’. A estrutura da alegoria teria de ser feita fora do barracão e o risco era muito grande. Mas estou fazendo, por exemplo, um dos projetos mais ousados no que se refere a técnica de engenharia hidráulica, que vão fazer a pista de esqui – que ele levou para a avenida em 2013, parecer fácil como tirar doce de criança . E brinca sarcasticamente: Este ano, o Thor voltou para Asgard e o Michael Jackson disse que este ano vai desfilar em outra escola.

Este ano o trabalho está sendo muito fácil para Paulo Barros, que além da crise financeira do país – e que, obviamente, impacta no carnaval – teve de lidar com a morte do presidente Marcos Falcon – e com a saída do coreógrafo da comissão de frente há pouco mais de um mês do desfile. Aliás, em nome da transparência no enredo, não faz mais nem mistério da comissão de frente.

Está na justificativa: é a piracema, fenômeno natural de peixes que nadam contra a correnteza para se reproduzir. É uma demonstração de força contra as adversidades. Projetei a comissão. A escola decidiu numa reunião que era necessário mudar o coreógrafo. Isso foi feito sem prejuízo para o projeto, explicou o carnavalesco, que do meio para o final do desfile preparou uma homenagem para Falcon, com quem teve um convívio curto, mas de amizade e apoio intensos.

Quando à maior expectativa sobre a águia, símbolo da escola, Paulo Barros é enfático: Ela virá à frente da escola, representando a Portela. Esteticamente mais arrojada, mais contemporânea, com movimentos e mantendo sua envergadura de 12 metros, que é o que cabe na avenida. Ela com uma estética moderna, porém, clássica. Bem ao estilo da Portela.



 

Fonte: G1.Globo 


 


 


Prefeitura de SP estuda cobrar taxa de blocos de carnaval de fora da cidade

 

Publicado em Geral, por Redação em 01/02/2017


A Prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura, estuda cobrar taxa para blocos do carnaval de rua radicados fora da cidade. De acordo com a Prefeitura, a proposta será apresentada aos blocos interessados em desfilar pela primeira vez capital paulista no carnaval deste ano e que vão demandar estrutura do município em termos de manutenção, limpeza, segurança e ações de adequação do trânsito.

O valor da taxa vai ser definido por meio de decreto.

Nos últimos anos, blocos carnavalescos principalmente do Rio desfilaram nas ruas de São Paulo, como Sargento Pimenta, Bangalafumenga e Monobloco, além do Bicho Maluco Beleza, do cantor Alceu Valença, oriundo de Olinda, que desfilou em 2016.

Quase 500 blocos de rua fizeram o pré-cadastro para desfilar no carnaval de rua de São Paulo entre 17 de fevereiro e 5 de março.

Fonte: G1.Globo


Rei e rainha do carnaval de SP serão escolhidos nesta quarta-feira

 

Publicado em Carnaval de São Paulo, por Redação em 01/02/2017

Seis candidatos a Rei Momo com peso mínimo de 110 quilos concorrem ao posto; sete candidatas lutam pelo título de rainha.
 

 

O Rei Momo e a rainha do carnaval de São Paulo serão escolhidos nesta quarta-feira (1º) em um concurso no Anhembi. São seis candidatos a Rei Momo e sete a rainha. A segunda e terceira colocada serão princesas do carnaval paulistano.

Os candidatos a Rei Momo também deveriam ter peso mínimo de 110 quilos e idade entre 18 anos e 55 anos. No caso das candidatas a Rainha, a idade pode variar entre 18 e 35 anos.

 

 

Candidatos a Rei Momo:

Willian Franco Teixeira

Robson Santos

Dimas Rosa

Carlos Eduardo Nunes

Fábio Freire de Sousa

Paulo César de Carvalho


Candidatas a Rainha:

Greicy Angela Benedito

Priscila Araújo Santos

Priscila Reis Gonçalves

Mariana Sanches Silva

Caroline de Jesus Santana

Mayra Vieira Barbosa

Fernanda Paula Catanoce

Em 2016, o Rei Momo de São Paulo foi o empresário Ricardo Cardoso de Lima, com 131 kg. A rainha foi Verônica Bolani, que desfilou pela Vai-Vai.
 

 

 

 

Fonte: G1.Globo

 

 


Internado desde domingo, Laíla ainda não tem previsão de alta, no Rio

 

Publicado em Carnaval do Rio, por Redação em 01/02/2017

Diretor de carnaval da Beija-Flor passou mal após ensaio técnico no Sambódromo. Ele está estável, mas continua em observação no CTI.


 

O Diretor de carnaval e um dos integrantes da comissão de carnaval da Beija-Flor de Nilópolis, Laíla, seguia, pelo quarto dia consecutivo, internado no Centro de Tratamento Intensivo do Prontocor, da Tijuca, na Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira (1). Segundo o hospital, ainda não há previsão de alta.

Laíla passou mal no domingo (29), após o ensaio técnico da escola na Marquês de Sapucaí, no Centro. Ele foi diagnosticado com pressão arterial elevada. De acordo com a assessoria da escola, Laíla está bem e seu quadro clínico é estável.

Fonte: G1.Globo


Exposição em Juiz de Fora relembra fantasias de carnaval .

 

Publicado em Geral, por Redação em 30/01/2017

Réplicas de trajes dos foliões que passavam pelos clubes estão na mostra. A entrada é gratuita; mostra ocorre até o dia 3 de março.


 

Celebrando o carnaval, o Museu de Cultura Popular do Forum da Cultura, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), exibe a mostra "Fantasias de Carnaval". Relembrando os trajes carnavalescos utilizados por foliões, a exposição pode ser visitada até dia 3 de março, de segunda-feira a sexta-feira, das 14h às 18h. A entrada é gratuita.

De acordo como curador do local, José Luiz Ribeiro, foi feito um resgate das fantasias.No século XX, o Brasil trouxe as referências do carnaval de Veneza com os bailes de máscaras. Foi a partir da colônia italiana e depois se tornaram tradição pelos clubes municipais. Quatro de nossas réplicas resgatam essas fantasias, disse Ribeiro.

Os anos de 1950 deslumbraram o Brasil com os concursos de fantasia do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e do Teatro Glória. A televisão, ainda em preto e branco, mostrava fantasias luxuosas e bem elaboradas usadas por foliões que se tornaram famosos. A mostra faz um mergulho no tempo e resgata um pouco da história do Carnaval por meio de réplicas de trajes que frequentaram clubes juiz-foranos. A mostra tem 24 peças, confeccionadas em diversos tipos de materiais.

Tudo isso pode ser visto na mostra. Fizemos um mergulho nos bailes dos clubes juiz-foranos.  A partir dessas referências, o carnaval de hoje foi criado, com grandes desfiles das escolas de samba e o resgate das marchinhas que fazem parte da música brasileira, complementou José Luiz Ribeiro.

Fonte G1.Globo


Sonho concretizado, diz Ivete Sangalo em ensaio da Grande Rio na Sapucaí .

 

Publicado em Carnaval do Rio, por Redação em 30/01/2017

Cantora baiana esteve pela primeira vez na avenida como protagonista e tema da escola de Caxias. Império da Tijuca e Beija-Flor também ensaiam.

 


 


A Cantora baiana Ivete Sangalo esteve na Marquês de Sapucaí, neste domingo (29), para seu ensaio técnico como protagonista e homenageada da Grande Rio. Tema do enredo da escola de Caxias, na Baixada Fluminense, Ivete se disse ansiosa para o primeiro contato com a comunidade da agremiação.

Eu estou de palpitação porque vai ser a primeira vez que vou ouvir a comunidade toda cantando o samba enredo na Sapucaí. É o começo de experimentar este turbilhão de emoções.

A Grande Rio é a última escola a ensaiar neste domingo e desfila o enredo Ivete do rio ao Rio, de Fábio Ricardo.

Não estou nervosa, estou emocionada de estar aqui, de isso estar acontecendo, de ter se concretizado este sonho. Muito agradecida por ser homenageada por essa escola de tradição que é a Grande Rio, disse Ivete.

A Império da Tijuca, escola da Série A, abre os ensaios deste domingo com o enredo O último dos profetas, do carnavalesco Júnior Pernambucano.



 

A Beija-Flor de Nilópolis também passa pela avenida e promete mostrar que o samba já está na ponta da língua de todos os integrantes da escola. O enredo da agremiação é A virgem dos lábios de mel – Iracema.

Os ensaios deste final de semana começaram no sábado (28). Passaram pela avenida a mais nova integrante da Série A, a Acadêmicos do Sossego, seguida de Acadêmicos da Rocinha e Acadêmicos de Santa Cruz.



 

Fonte: G1.Globo

 

 

 


Musas da Peruche, Vai-Vai e Rosas brilham em ensaios técnicos no Anhembi .

 

Publicado em Carnaval de São Paulo, por Redação em 30/01/2017

Fabiana Frota foi com o marido Alexandre Frota no ensaio da Peruche. Neste domingo, mais três escolas fazem ensaio geral no sambódromo de São Paulo.



As musas brilharam nos ensaios técnicos das escolas de samba Unidos do Peruche, Vai-Vai e Rosas de Ouro na noite deste sábado (28) no sambódromo do Anhembi. Os desfiles de carnaval em São Paulo serão em 24 e 25 de fevereiro.

Na Peruche, a modelo Fabiana Frota mostrou samba no pé e pernas malhadas. Ela foi acompanhada pelo marido, o ator Alexandre Frota. A Peruche vem cantando Salvador com o enredo A Peruche no maior Axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria.

 


Na Rosas de Ouro, a porta-bandeira Isabel Casagrande ensaiou as coreografias para tirar a nota máxima na avenida ao lado do mestre-sala Marcos da Costa. A musa Andreza Sobrinho também ensaiou os passos que vai mostrar na apresentação da escola, que este ano vai cantar o convívio à mesa. A modelo Mariana Gonzalez participou do ensaio geral da escola que quer voltar a ganhar o carnaval paulista.

A Vai-Vai fará uma homenagem a Mãe Menininha do Gantois com o enredo No Xirê do Anhembi, a Oxum mais bonita surgiu... Menininha, mãe da Bahia – Ialorixá do Brasil”. A rainha Camila Silva brilhou toda vestida de dourado representando Oxum.

 

 

Além das três escolas do Grupo Especial, também fizeram ensaios técnicos no sábado três escolas do Grupo de Acesso: Imperador do Ipiranga, Estrela do 3º Milênio e Colorado do Brás.

No domingo (19), outras três escolas vão fazer o ensaio geral no sambódromo a partir das 19h: Dragões da Real e Acadêmicos do Tucuruvi, do Grupo Especial, e Independente Tricolor, do Grupo de Acesso. A entrada é gratuita.

Fonte:G1.Globo 


 


Aluguéis para carnaval sofrem queda, mas alto luxo resiste por até R$ 30 mil .

 

Publicado em Geral, por Redação em 24/01/2017

Ao menos 50% dos negócios são afetados por influência da crise, diz Creci. Corretora afirma que crise não afeta unidades de alto padrão em Salvador.
 


A um mês do início do carnaval em Salvador, o mercado de aluguéis por temporada nos circuitos oficiais da festa vive uma instabilidade. A conselheira e diretora de eventos do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da Bahia (Creci-BA), Consuêlo Leal, estima que o cenário esteja afetando ao menos 50% dos negócios. Na contramão da "crise", há corretores de imóveis de alto padrão que relatam contratos de até R$ 30 mil feitos sem dificuldades.

Há 38 anos no mercado imobiliário, Consuêlo Leal conta que a procura por aluguéis de temporada tem enfrentado uma queda progressiva há pelo menos cincos anos.

Entre os fatores que marcam o começo dessa desaceleração estaria a crise enfrentada pela maior economia do mundo. O turista estrangeiro, que vinha muito, parou de vir depois da crise nos Estados Unidos”, argumentou. A corretora acrescenta que a crise enfrentada pela economia nacional agravou esse cenário.

Sobre o carnaval deste ano, Consuêlo conta que os proprietários estão reduzindo vertiginosamente o valor dos aluguéis para poder fechar os negócios. Tem imóvel que no ano passado foi alugado por R$ 7 mil e que o dono já mandou reduzir em 50%, explica.

Em relação à atuação no mercado, a conselheira do Creci acrescenta que de um cenário de 10 imóveis, conseguia, ao menos, alugar seis (60%) no período do carnaval. Neste ano, afirma que a procura não chega a 30%. "Tem alguns aluguéis que são fidelizados e que, normalmente, em agosto já começamos a ser procurados. Nesse ano, essas pessoas não me procuraram, afirmou.

Dona de um apartamento na Ladeira de Barra e outro na Graça, Luana Duarte confirma que a procura caiu esse ano. Até agora, só conseguiu alugar um dos imóveis, quando tradicionalmente já está com os contratos fechados com meses de antecedência.

De fato, a procura diminuiu. Me parece que esse é o cenário para todos, acredita. Os apartamentos alugados por ela variam de R$ 7 mil (Graça) e R$ 14 mil (Barra) por um período de sete a dez dias. O imóvel da Barra já foi negociado.

Contramão da crise
Atuando com imóveis de alto padrão, que têm aluguéis de até R$ 30 mil, a corretora Andréa Bulhões expõe um cenário que vai na contramão da crise.

Ela afirma que a locação de apartamentos mais sofisticados está com o mercado aquecido. "Claro que há imóveis específicos, que tem procura bem maior, principalmente em Ondina. Hoje tem poucas opções de bom padrão, que tenha boa acomodação para todos , explica.

Andreá diz que muitos turistas fazem questão de ficar o próximo possível dos melhores camarotes e, para isso, estão dispostos a pagar preços mais elevados. "A gente tem cobertura para oito pessoas na faixa de R$ 30 mil", exemplifica. Neste cenário, ela conta que de todas as opções que tem de aluguel, 90% dos negócios já estão fechados.

A corretora ainda afirma que alguns clientes têm usado a crise econômica com interesse de reduzir o valor dos aluguéis, mas têm ficado sem imóveis devido à alta procura. "Recebo por dia cerca de oito ligações. A procura não caiu, pelo contrário, festeja.

Fonte: G1.Globo


 


Página 1 de 21, mostrando 15 de 302 posts